Logo Companhia das Cordas Abrir Menu

A grande maioria dos músicos quando começa já tem o sonho de tocar em uma banda. É uma possibilidade de levar todo o seu aprendizado a um outro nível, podendo dialogar musicalmente com colegas e amigos, e crescer juntos chegando a novos horizontes.

Além disso, tanto o palco quanto o estúdio são momentos onde um músico se desenvolve de maneira ímpar, enriquecendo sua habilidade técnica, sua interpretação estilística e sua maturidade emocional.

Isso é a Prática de Conjunto da Companhia das Cordas, um curso pioneiro e único na maneira de ensinar a dinâmica coletiva da música.

Gostou? Comece agora!

Comece Agora

Prática de Conjunto


A Companhia das Cordas incentiva fortemente todos os seus alunos a participarem das práticas coletivas, independentemente do nível técnico e do instrumento escolhido. Tocar junto é uma das maneiras mais divertidas de se fazer música. Música é diálogo, fazer música é conversar com os outros por meio de notas, escalas, acordes, melodias e harmonias. O formato do grupo pode ser diverso: uma banda, uma camerata, um quarteto ou um duo. O importante é compartilhar o momento!

Tocar em grupo é um grande estímulo tanto para o aluno iniciante quanto para o músico profissional. Fazer parte de uma banda exige também a responsabilidade de se preparar para os ensaios, decorar e estudar a sua parte, e estar atento a todos os outros integrantes. Por tudo isso, o aluno que participa de um grupo musical tende a se desenvolver muito mais rapidamente e de maneira mais completa.

Os grupos na Companhia das Cordas são formados por integrantes de níveis e interesses musicais próximos. Sempre orientados por professores especialistas, os alunos participam de um projeto que vai da organização da sala de ensaio e seleção de repertório até a gravação anual, em estúdio profissional, dos CDs “Grupos da Companhia”. A dinâmica das aulas valoriza o rendimento musical do grupo, ensina objetividade e organização e trabalha elementos da performance individual e coletiva.

Ao longo do ano são realizadas diversas apresentações dos grupos na própria escola e em casas de shows, com o objetivo de proporcionar aos alunos a oportunidade de ganhar experiência e segurança tocando ao vivo. Depois das apresentações, os professores fazem comentários e análises da performance do grupo a partir de gravações dos ensaios e vídeos das apresentações, para que os alunos possam aprender com erros e acertos e continuar a se aprimorar. Tanto o palco quanto o estúdio são momentos nos quais o músico se desenvolve de maneira ímpar, enriquecendo sua habilidade técnica, sua interpretação estilística e sua maturidade emocional.

Assim é a Prática de Conjunto da Companhia das Cordas: um curso pioneiro e único na maneira de ensinar a dinâmica coletiva da música!